fbpx

O que eu preciso saber para viajar a Espanha

Janeiro de 2020

 

Viajar para a Espanha é encontrar uma mistura de tradições de tal modo que a cada cidade se conhece uma Espanha diferente. O país é plural, tem heranças culturais e históricas que trazem uma riqueza inigualável e por isso também agrada a muitos perfis.

Estivemos visitando 8 cidades em 2019 e essa foi a nossa terceira vez viajando por lá. Então, é possível perceber que gostamos mesmo do país, não é mesmo? rsrs

A cada viagem que fizemos procuramos explorar uma parte diferente da Espanha e, atualmente, podemos dizer que já conhecemos quase todas as cidades que tínhamos na nossa “lista de lugares que ainda queremos conhecer”.

Sendo assim, se você está lendo esse post imagino que seja porque está interessado em saber um pouco mais ou mesmo viajar para a Espanha. Pensando nisso, eu separei aqui as dicas que eu considero essenciais para quem deseja se aventurar por lá.

Enfim, vamos lá?

Informações Básicas

Primeiramente, vamos às informações básicas e gerais do país:

Moeda: Euro.

Idioma: Espanhol (castelhano); catalão; basco e galego.

Vistos: Brasileiros não precisam ser permanecerem até 90 dias.

Fuso horário: 4 horas a mais que Brasília na capital Madri.

Orçamento

Em princípio, você pode considerar o seguinte orçamento diário:

Econômico:

– Hospedagem: de 18 a 50 euros

– Alimentação (almoço ou jantar): a partir de 8 euros

Padrão:

– Hospedagem: de 50 a 120 euros

– Alimentação (almoço ou jantar): a partir de 20 euros

Conforto:

– Hospedagem: a partir de 120 euros

– Alimentação (almoço ou jantar): a partir de 35 euros

Considere, em segundo lugar, que pode haver um impacto para mais ou para menos no seu orçamento a depender da temporada:

Alta temporada: junho a agosto (Verão)

Os hotéis lotam e os preços sobem;

Baixa temporada só no interior da Espanha, em cidades mais afastadas;

Tempo quente, seco e ensolarado.

Média temporada: março a maio (Primavera); setembro e outubro (Outono)

Menos turistas;

Temperaturas amenas.

Baixa temporada: novembro a fevereiro (Inverno)

Alta temporada nas estações de esqui, mas no restante do país há ainda menos turistas;

Frio no interior da Espanha, chuva no norte e noroeste. A Andaluzia que é uma região bem quente fica com as temperaturas mais amenas, assim como a Costa do Mediterrâneo.

Viajar para a Espanha: sugestões de roteiros

Para esse primeiro roteiro, sugerimos explorar a parte centro-oeste da Espanha.

Nós começamos em Salamanca, passamos por Ávila, em seguida, Segóvia, Toledo, Córdoba, Granada, Málaga e, por fim, Sevilha.

Fizemos uma rota incrível por castelos e cidades medievais, se quiser saber como foi, contamos tudo nesse post. 😉

Observe que seria perfeitamente possível incluir Madri no trajeto, mas optamos por não inclui-la dessa vez. Decidimos dessa forma porque já estivemos lá em outra ocasião e, portanto, queríamos aproveitar o tempo disponível nesta viagem para explorar novos lugares.

Sobre o formato do roteiro, definimos a rota começando em Salamanca e terminando em Sevilha em virtude de na sequência viajarmos a Portugal. Mas, ao viajar para a Espanha, você pode adaptar a sugestão de roteiro aos seus objetivos.

Para conhecer essas 8 cidades, sugerimos de 8 a 12 dias a depender de quais atrações você irá visitar.

Confira no mapa como ficou o trajeto.

Para a nossa segunda sugestão de roteiro, baseada em uma das viagens que fizemos a Espanha, recomendamos conhecer a parte leste do país.

Primeiramente, conhecemos Barcelona, logo depois visitamos Montserrat, em seguida partimos para Girona e, por fim, Figueres.

Esse roteiro foi desenhado dessa forma porque na sequência nos dirigimos à França.

Mas, novamente, você pode melhor adaptá-lo aos seus interesses.

Para que essa rota seja possível, invista pelo menos de 4 a 6 dias.

Confira no mapa como ficou o trajeto.

O que eu preciso saber sobre transporte

Antes de mais nada, para fazer esses trajetos é imprescindível alugar um carro.

Fizemos os dois roteiros com carro alugado pela Rentcars e foi ótimo. Os preços são bem mais baixos que em outros buscadores. Além disso, é super seguro, não cobra IOF e ainda permite parcelar.

Vou deixar o link abaixo e também o buscador pra facilitar a sua vida. Assim, você também já se inspira e começa a fazer o planejamento financeiro da sua viagem. 😉

No entanto, caso você prefira analisar outras formas de transporte e quais são suas vantagens e desvantagens, leia esse post.

Dicas finais sobre viajar para a Espanha

Se você ainda está em dúvida sobre fazer um roteiro completo por conta própria, leia esse post. Sem dúvida, ele vai te ajudar a tomar a melhor decisão.

Em breve, teremos um post detalhando cada cidade dos roteiros sugeridos. Sendo assim, se cadastre na nossa home para receber nossos alertas e nos siga nas redes sociais para ainda mais dicas.

Por fim, conte na seção de comentários, logo abaixo, sobre a sua experiência. Já esteve na Espanha? Pretende ir pra lá em breve? Queremos saber tudinho.

Obs.: Ao clicar em algum link desse post e efetuar sua reserva, você não paga nada a mais por isso e o nosso blog recebe uma comissão, o que nos ajuda a continuar esse projeto.

Gostou deste post? Compartilhe.

Facebook
Pinterest
WhatsApp
Imprimir
Telegram
E-mail

* Temos orgulho de só publicar artigos baseados em viagens que a autora realmente fez, então, se ler algo por aqui, pode confiar.

** Este artigo não recebeu nenhuma espécie de patrocínio e reflete as opiniões pessoais da autora.

Posts relacionados