fbpx

Madri o que fazer, onde comer e se hospedar

Março de 2020

Nesse post vamos falar sobre Madri: o que fazer, onde comer e se hospedar.

Madri é uma das capitais da Europa que mais atrai visitantes e, para nós brasileiros, é uma das melhores portas de entrada já que o preço das passagens aéreas costuma ser mais barato do que ir direto à Paris ou Londres, por exemplo.

Sem dúvida, a cidade encanta o visitante com a sua arquitetura, seus palácios belíssimos, sua história e tradições que remontam ao período muçulmano.

Ela também surpreende, já que a cidade é tradicional e ao mesmo tempo moderna, vibra à noite, toda iluminada e cheia de vida.

Enfim, agrada a praticamente todos os perfis de viajantes.

Dica: o Madrid Card vale muito a pena se você quiser visitar várias atrações porque ele inclui entrada franca para mais de cinquenta museus de Madri e arredores, assim como descontos em restaurantes, lojas e locadoras de veículos.

Você pode adquirir pela internet, no aeroporto, em alguns hotéis e no escritório de turismo localizado na Plaza Mayor. Para saber de todos os pontos de venda é só acessar o site www.madridcard.com.

Madri o que fazer
Plaza Mayor. Foto: Ellen

Curiosidade

O nome Madrid surgiu de uma fusão dos nomes árabe e latino após a reconquista da vila, em 1803, pelo rei de Castela Alfonso VI, onde passaram a conviver mouros, judeus e cristãos.

Até então, desde 865, ela se chamava Mgerit, antiga Matrice (matriz) em referência às águas do lugar e ao riacho que corria pela rua de Segóvia e era comandada por Muhammad I.

Madri o que fazer
Plaza Mayor. Foto: Ellen

Atrações imperdíveis

Plaza Mayor

Esse foi o primeiro lugar que eu conheci em Madri e fiquei maravilhada com a beleza dessa praça que é uma das maiores e mais antigas da Espanha. Logo entendi por que ela é tão famosa e por que inspirou tantas outras pelo mundo.

Era fim de tarde e por isso pude observa-la tanto de dia como de noite, ao final não sabia dizer qual cenário me agradava mais.

Além de ser um ponto de referência da história da cidade, nela você poderá encontrar o principal escritório de turismo da cidade, assim como arcos que conduzem a um verdadeiro labirinto pra quem gosta de explorar e quer sentir mais de perto a atmosfera madrileña.

Destaques dessa praça renascentista: observe seus pórticos, a estátua do rei Felipe III, montado a cavalo, e o Arco de Cuchilleros.

Madri o que fazer
Plaza Mayor. Foto: Unsplash
Madri o que fazer
Estátua do rei Felipe III. Foto: Unsplash

Palácio Real de Madri

Esse palácio é o maior da Europa na atualidade. Riqueza e opulência esperam o visitante, o que já pode ser percebido ao aproximar-se dele, ainda pelo lado de fora ou ao visitar os Jardins de Sabatini em sua lateral.

Logo atrás do palácio ficam as fontes do Campo del Moro, onde o exército muçulmano acampou antes de atacar o Alcázar e você poderá observar passarelas arborizadas e vistas para o palácio.

Embora seu objetivo original fosse servir de morada para a realeza e o monarca rei Carlos III (1759-1788) de fato ter habitado lá, isso não ocorre nos dias de hoje. O monarca atual e sua família residem no modesto Palacio de la Zarzuela e apenas utilizam o Palácio Real para cerimônias e eventos oficiais.

O preço do ingresso é de aproximadamente 12 euros e é preciso hora marcada para visitar o palácio. Você verá muitas obras de arte, louças, prataria e muito luxo.

Um evento muito interessante é a Troca da Guarda Solene, a qual ocorre ao meio dia na primeira quarta-feira do mês (exceto em janeiro, agosto e setembro). Prepare-se para assistir uma cerimônia em que participam 400 pessoas e 100 cavalos.

Madri o que fazer
Palácio real de Madri. Foto: Ellen

El Rastro

Perfeito para uma manhã de domingo, o mercado El Rastro lota de turistas e locais.

Passeie sem pressa pela Calle de la Ribera de Curtidores e observe os itens inusitados que são vendidos no mercado de pulgas. Você vai encontrar de tudo por lá…

O mercado situa-se entre a Calle Embajadores e a Ronda de Toledo.

Centro de arte Reina Sofía

Lar de uma das mais famosas obras de arte da Espanha: a Guernica, de Picasso.

Nesse espaço o visitante encontra o mais importante acervo de arte contemporânea da cidade, com pinturas de Salvador Dalí e Joan Miró.

Quem se interessa pelas grandes guerras mundiais e o nosso mundo contemporâneo vai admirar as exposições desse belíssimo museu.

Museo Thyssen-Bornemisza

Aqui você encontra a maioria dos grandes nomes das artes e isso é o que eu penso ser a maior qualidade desse museu, pois em um único espaço o visitante pode se deslumbrar com vários estilos artísticos.

Esse museu é particular, o nome e o acervo vêm de barões suíços, os quais foram os colecionadores.

Suas exposições oferecem uma experiência que faz o visitante viajar da Idade Média ao século XX, em termos de arte europeia e ocidental.

Parque del Buen Retiro

Os seus jardins são considerados os mais belos da Europa.

O visitante verá monumentos de mármore, um lago charmoso, gramados e um prédio imperdível: o Palácio de Cristal.

Pra quem se interessa pelo passeio, é possível alugar um pequeno barco para curtir a paisagem a partir do lago.

Madri o que fazer
Palácio de Cristal. Foto: Pixabay
Madri o que fazer
Parque del Buen Retiro. Foto: Pixabay

Museo del Prado

Considerado um dos mais importantes da região conhecida como Paseo del Arte de Madri e como uma das mais importantes galerias de arte do mundo.

Seu acervo conta com mais de 7 mil pinturas.

Destaques para as obras de Goya, o qual está presente nos três andares do Prado e de Velázquez.

Dicas: reserve on-line no site www.museodelprado.es para evitar filas ou visite nos horários gratuitos (segunda a sábado, das 18h às 20h, e domingos e feriados, das 17h às 19h). Para tours gratuitos: no site www.museo-delprado.es/coleccion/que-ver/ tem passeios de 1 a 3 horas.

Madri o que fazer
Museo del Prado. Foto: Foto: Pixabay

Onde comer

Para uma experiência mais autêntica da culinária local conheça o Mercado de San Miguel, um dos mais antigos e bonitos de Madri.

Você pode pedir desde tapas (a partir de 1 euro) até pratos mais elaborados. Vale a experiência, que além de gastronômica também é turística.

Madri o que fazer
Mercado de San Miguel. Foto: Ellen

Hospedagem

A região mais bem localizada em termos de proximidade do centro turístico de Madri fica entre a Puerta del Sol e a avenida Gran Vía com suas estações de metrô Gran Via e Callao de referência.

As grandes vantagens dessa localização são economizar com transporte público e, ainda, economizar o tempo do roteiro, já que as principais atrações e lojas estão ao redor.

No entanto, os preços tendem a ser mais altos do que em regiões mais afastadas.

A dica é sempre calcular o custo total (hospedagem + transporte) para comparar as opções antes de escolher um local pra se hospedar.

Um hotel bem recomendado nessa região é o Liabeny, de 4 estrelas. Sua estrutura é muito boa, ele oferece wi-fi gratuito e os quartos são bem confortáveis, silenciosos e limpos.

Na data de hoje (28/02), o preço da diária é de R$500,00 ou de R$600,00 com café da manhã.

Conclusão

Em conclusão, Madri é uma cidade que vale a pena retornar várias vezes, seja pela ótima oferta de voos com preços baixos ou pela quantidade de atrações que encontramos ali. Afinal, é impossível conhecer tudo muito bem em apenas uma visita.

Ainda, caso você esteja planejando viajar à Espanha, leia o post que conta tudo que é essencial saber para se preparar melhor.

Dica: recomendamos ler os posts a respeito das cidades que ficam nos arredores, tais como Toledo, Segóvia e Salamanca. Assim, você pode elaborar um roteiro pra Madri e já conhecer a região.

Ah! Deixe nos comentários se alguma informação postada aqui te ajudou ou mesmo se você lembrou de alguma outra dica para acrescentar. Vamos curtir muito saber.

tudo que você precisa saber sobre seguro viagem

tudo que você precisa saber sobre seguro viagem

Gostou deste post? Compartilhe.

Facebook
Pinterest
WhatsApp
Imprimir
Telegram
E-mail

* Temos orgulho de só publicar artigos baseados em viagens que a autora realmente fez, então, se ler algo por aqui, pode confiar.

** Este artigo não recebeu nenhuma espécie de patrocínio e reflete as opiniões pessoais da autora.

Posts relacionados

Logo, podemos ver que esse post foi escrito do mesmo modo que os demais. Entretanto, com originalidade, assim como as fotos são inéditas. Portanto, contudo, todavia, não é visto que isso é assim. Em outras palavras, as fotos não são divulgadas. Da mesma maneira, sim. Contudo, também. Surpreendentemente, sim. Inegavelmente também. Analogamente, assim. Anteriormente, também. Decerto, sabemos. Eventualmente, será. Outrossim, talvez. Precipuamente, quem sabe. Salvo que seja diferente. Primordialmente também. A menos que não reconheça. Antes que chova. Ao propósito de concluir. Com efeito, será. De acordo com isso. De tal sorte que teremos alguém. Em contraste com aquilo. Seja como for, todos. Em princípio será assim. Além disso, irei. Em resumo também. Por outro lado falarei. Em terceiro lugar, jamais. Agora sabemos. Nesse hiato funciona. Pelo contrário. Nesse ínterim também. Por analogia dará certo. Nesse meio tempo acontecerá. Por conseguinte todos. Sob o mesmo ponto de vista será ótimo. Tanto quanto você. Se bem que eu faço. Uma vez que saímos. Visto que falamos. Ora pra cá ora pra lá. quer andando quer fazendo. Ou isso ou aquilo. Finalmente podemos. Provavelmente faremos. Afinal, é possível. Aliás, que bom. Conforme fizemos. Conquanto amamos. Sobretudo vocês. Enfim, podemos. Para que se faça. Por certo falaremos. Enquanto não se sabe. Eventualmente dará certo. Em conclusão sim.