fbpx

Ganhando dinheiro no mercado de milhas aéreas

Agosto de 2020

Nesse post vamos falar sobre algumas formas de se ganhar dinheiro com milhas aéreas.

Muita gente não sabe, mas é possível ganhar dinheiro com milhas aéreas – inclusive fazer renda extra – e é disso que esse post vai tratar.

Mas, antes, a primeira coisa que devemos saber é que milhas é igual moeda e a gente pode compará-las com o câmbio, assim, as milhas estão sujeitas à flutuação decorrente da oferta e da procura, bem como o preço da compra é mais alto do que o preço da venda quando consultado no mesmo momento.

Outra questão importante que devemos ter em mente é que milha não é de graça.

Logo, não podemos ter a falsa impressão de que “ganhamos milhas”, pois na verdade nós pagamos por elas, seja acumulando com trechos voados ou transferindo do cartão de crédito, essas milhas foram pagas, haja vista que o seu valor já estava embutido no preço pago.

Por isso, é muito importante não deixar os seus pontos/milhas expirarem e nem trocar por qualquer coisa, pois você pagou para ter essa pontuação.

Da mesma forma, sempre devemos analisar o cenário atual para saber se é hora de comprar ou de vender as milhas. Por exemplo, nesse momento, em decorrência da pandemia, diminuiu a procura pela compra de milhas (redução da demanda = aumento da oferta) o que fez o preço cair para atrair eventuais compradores (aumento da oferta = preço mais baixo).

Assim, se você não tiver urgência de vendê-las, convém esperar uma oportunidade de preços mais altos para a venda.

Agora, partindo para a negociação das milhas, devemos primeiro saber que existem muitas diferenças entre as plataformas que realizam esse tipo de transação.

Por exemplo...

  • Diferenças de regulamento: na Hotmilhas só é possível vender milhas cujo prazo de expiração seja superior a 30 dias; já na Cashmilhas o prazo tem que ser superior a 60 dias;
  • Diferença quanto ao mínimo que aceita para a venda: no caso da Hotmilhas você deve ter disponível no mínimo 12.000 milhas para venda; já na Maxmilhas é possível efetuar as negociações a partir de 3.500;
  • Diferença no prazo para pagamento das milhas vendidas: na Maxmilhas o prazo para pagamento é de 33 dias; já a Hotmilhas oferece diversas opções e valores diferenciados.

Principais empresas no mercado

E, você pode estar se perguntando: onde eu posso vender as minhas milhas?

As principais empresas no mercado hoje são:

  • Maxmilhas
  • Hotmilhas
  • Elomilhas
  • Compromilhas
  • Credimilhas
  • Bankmilhas
  • Cashmilhas

E, como você já deve imaginar, precisa fazer uma cotação em cada uma delas para pesquisar qual está oferecendo o melhor preço na hora da venda.

Mas, não basta apenas comparar os preços entre as empresas. É preciso saber se o valor do milheiro, ou seja, o valor que você está recebendo para cada 1.000 milhas é realmente vantajoso ou não.

E para descobrir quanto você está recebendo pelo milheiro você precisa fazer o seguinte cálculo.

Cálculo do milheiro

Vamos imaginar que você cotou a venda de 12.000 milhas e descobriu que a melhor oferta foi de R$192,00.

Assim, para descobrir o valor do milheiro você deve fazer a seguinte operação:

192 / 12.000 / 1.000 = R$16,00

Logo, R$16,00 é o valor do milheiro.

E, embora não pareça em um primeiro momento, saber disso é muito importante.

Afinal, seja para quando você pretende vender suas milhas, escolher um clube de milhas para assinar, descobrir quanto vale os pontos do seu cartão de crédito ou mesmo efetuar a compra de milhas, fica muito mais prático e assertivo se souber exatamente quanto está valendo o milheiro.

Além disso, esse cálculo te ajuda a descobrir se está valendo a pena ou não utilizar as suas milhas na aquisição de produtos ou serviços, como é o caso de passagens aéreas e hospedagem.

E, para ganhar dinheiro com milhas aéreas, é preciso aplicar estratégias combinadas.

Exemplo de estratégia

Uma das estratégias possíveis é acumular pontos no cartão de crédito, aproveitar uma promoção bonificada de transferência para um programa de fidelidade e só então vendê-las ou trocá-las por produtos e serviços.

Veja na prática:

Vamos imaginar que você tenha 20.000 pontos no cartão de crédito. Então, você recebe uma promoção como essa:

Ao transferir os seus pontos utilizando essa promoção, você ficaria com 40.000 pontos na conta do seu programa fidelidade, que nesse caso é o TudoAzul.

Assim, aplicando o cálculo do valor do milheiro, você descobre que no caso de uma cotação de R$20,00 o milheiro, seus 40.000 pontos valem R$800,00.

Dessa maneira, você não apenas dobrou as suas milhas e, por consequência, ganhou dinheiro/poder de compra de uma forma muito fácil, como também descobriu seu valor exato.

Assim, sabendo quanto elas valem em dinheiro, fica muito mais fácil avaliar o que será mais vantajoso fazer com elas: vender, troca por passagens, produtos etc.

E se você quiser aprofundar os seus conhecimentos sobre milhas, se inscreva para a lista de espera do curso Multiplique suas Viagens. Além de aprender como fazer 2 ou mais viagens pelo preço de 1, você ainda aprende a dominar de vez o mundo das milhas aéreas.

Conclusão

Como foi possível perceber nesse post, ganhar dinheiro com milhas é possível se você souber exatamente quanto elas valem e qual a melhor estratégia adotar na hora de acumulá-las e comercializá-las. 

E você? Já comercializa as suas milhas?

Conta pra mim nos comentários qual é a sua forma preferida de utilizá-las ou se você estiver iniciando no mundo das milhas, me conta como pretende começar a usá-las (viagens, venda, troca por produtos etc.).

Gostou deste post? Compartilhe.

Facebook
Pinterest
WhatsApp
Imprimir
Telegram
E-mail

* Temos orgulho de só publicar artigos baseados em viagens que a autora realmente fez, então, se ler algo por aqui, pode confiar.

** Este artigo não recebeu nenhuma espécie de patrocínio e reflete as opiniões pessoais da autora.

Posts relacionados